#PREFEITO “Filho fará reforma administrativa para desenvolver Augusto Correa”



Conhecido carinhosamente por um antigo apelido familiar (“Filho”), o prefeito eleito de Augusto Correa, IRAILDO FARIAS BARRETO, 47 anos, do Partido Democratas (DEM), é o tipo de pessoa simples, que sabe lidar com o povo, sem falsas promessas.
Pé no chão, ele foi até ao Ministério Público para garantir a transição administrativa, já que a antiga gestão obstruiu a passagem de informações que são primordiais para a construção de projetos de soluções reais para Augusto Correa.
“Eu não fui eleito para dar emprego às pessoas, mas vou fazer o que for possível para melhorar a qualidade de vida da sociedade, vou levantar informações municipais, e fazer coisas concretas, sem me precipitar”, esclareceu o prefeito, durante conversa que teve com o diretor/editor da Tribuna do Salgado, o jornalista Francisco Weyl.
Filho promete que não vai fazer nada para agradar ninguém, individualmente, mas sim, coletivamente, tendo, inclusive, observado alguns problemas licitatórios no Município, e verificado os orçamentos, as estruturas, e os quantitativos de pessoal das secretarias, algumas das quais com inchaço de servidores.
Este aliás era o caso da secretaria de obras, com oitenta e cinco servidores na folha de pagamentos, alguns dos quais sequer habitantes do Município de Augusto Correa, que tem quase a mesma quantidade de servidores públicos que o Município de Bragança.
O novo prefeito garante que vai concluir as obras em andamento e que vai construir novas obras, desde que consiga levantar recursos materiais e financeiros, junto a parlamentares, a partir de emendas, ou, diretamente, nos Ministérios, em Brasília, para onde pretende viajar com a intenção de buscar apoio para Augusto Correa.
E o que ele tem observado, nos diversos fóruns que tem participado, é que as perspectivas são razoáveis, por causa da crise econômica global, entretanto, Filho afirma que fará a transição com consciência destas dificuldades, e, discernimento, para as resolver.
“Tenho que ver o que eu tenho, e com o que eu posso contar, os efetivos e os concursados, e qual a minha real necessidade, porque não quero cometer erro ou prometer o que eu não posso fazer”, observa o prefeito.
Apesar de ainda ter definido o seu secretariado, Filho fará uma reforma administrativa, provavelmente, com o enxugamento da máquina, e a  transformação de algumas secretarias, tornando-as em departamentos.

Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
Tecnologia do Blogger.